REPORTAGEM
26/01/2018   
Viva S/A 200 Edições
É tempo de celebrar...
Make Wildson Lopes e cabelo Luan Diogo, do Studio W Alphaville

Outro dia estava em casa vendo TV, num delicioso momento de descanso. Assistia ao premiado filme O Curioso Caso de Benjamin Button. Nos momentos finais, uma linda trilha sonora era tocada ao piano, enquanto o personagem principal, Benjamin, que nasceu velho e morreu jovem, narrava: “Algumas pessoas nascem para sentar à margem de um rio.

Outras são atingidas por um raio. Algumas têm ouvido para música. Outras são artistas. Algumas nadam. Outras fabricam botões. Algumas conhecem Shakespeare. Outras são mães. E algumas pessoas dançam…”. Confesso que aquela cena me tocou bastante e fez com que eu resgatasse boas lembranças. Fechei os olhos e comecei a recordar de cada uma delas, como um filme em minha memória.

Dos meus filhos ainda pequenos, do meu saudoso e amável pai, dos meus tempos de menina sonhadora e também do propósito do meu trabalho. Quem me conhece sabe que não consigo separar trabalho de vida pessoal. Para mim, são intrínsecos. Andam lado a lado. Hoje eu sei o motivo: eu realmente amo o que faço e, acima de tudo, entendo o sentido de minha missão, que, basicamente, é garimpar histórias inspiradoras para você. Quando a Projeto Editora lançou, em junho de 2001, a primeira edição da Viva S/A, a revista impressa com a maior tiragem de Alphaville, não imaginava o que viria pela frente. Mas nunca estive preocupada com os resultados ou com a chegada.

Queria mesmo aproveitar o caminho. E que caminho! Não muito diferente da vida de qualquer pessoa que decide empreender. São muitos desafios, decisões, erros, acertos e mudanças de prioridade. Isto mesmo. Não acredito naquele velho jargão da falta de tempo. A questão é simples: prioridade. O que você tem priorizado em sua vida?

UM DIA INESQUECÍVEL
“Moro há muitos anos em Alphaville e gosto muito da Viva S/A. É a revista com o melhor conteúdo da região”. Foi com essa frase que o ex-presidente do Grupo Abril, Walter Longo, finalizou uma entrevista concedida com exclusividade em fevereiro do ano passado, na sede da companhia, em São Paulo. Essa declaração memorável foi dada simplesmente por um dos maiores especialistas em comunicação do País. Passados quase 17 anos, hoje, tenho a sensação de dever cumprido. Ao longo desse período, temos crescido junto com Alphaville, Tamboré, Aldeia da Serra e Granja Viana, regiões em que a Viva S/A é entregue gratuitamente todos os meses nos endereços residenciais e comerciais. Até hoje, distribuímos cerca de sete milhões e meio de exemplares, que, somados, ultrapassam a impressionante marca de 620 milhões de páginas impressas.

TRABALHO ÁRDUO QUE DÁ RESULTADO
Sempre atentos às questões ligadas ao impacto ambiental, fomos pioneiros na região a adotar, em parceria com a Plural Indústria Gráfica, o uso de papel certificado FSC, com a garantia de manejo florestal responsável. Até o momento, usamos mais de duas mil toneladas de papel certificado. O uso da tinta ecológica Agri-Web para imprimir nossas páginas também sempre esteve no topo de nossas prioridades. Até agora, utilizamos mais de setecentos quilos de tinta. Somente a parte de impressão e acabamento, de acordo com a Plural, rendeu mais de sete mil horas de trabalho. No que se refere ao editorial, nem ouso fazer as contas das horas de sono (risos), fins de semana e feriados que eu e minha equipe acumulamos para fechar cada edição. Andar por aí e ver as pessoas com a revista em mãos ou entrar em um café e observar alguém concentrado lendo uma de nossas matérias, não tem preço. É um prazer indescritível quando realizamos um evento, por exemplo, e recebemos o olhar afetuoso dos nossos leitores que moram ou trabalham aqui em nossa comunidade.

RELEVÂNCIA DA REVISTA IMPRESSA
Para passar uma ideia do real impacto do nosso trabalho, apresento a vocês alguns dados do maior levantamento sobre os hábitos de informação dos brasileiros, a “Pesquisa Brasileira de Mídia 2015”, encomendada pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) para compreender como o brasileiro se informa. Segundo a pesquisa, é possível dizer que 13 por cento dos brasileiros leem revistas durante a semana, número que cresce com o aumento da escolaridade e da renda dos entrevistados. As versões impressas (setenta por cento) são mais lidas do que as versões digitais (12 por cento). As revistas e os jornais impressos são os meios de comunicação com maior nível de atenção exclusiva. Entre os leitores de revista, 46 por cento disseram não fazer nenhuma outra atividade enquanto consomem o conteúdo. Isso significa que a interação com esta mídia tende a ser menos dispersa, o que poderia permitir às pessoas melhor apreensão do conteúdo veiculado, se comparado a outros meios. A leitura é mais frequente entre as mulheres do que entre os homens: 16 por cento das entrevistadas afirmaram ler revista pelo menos uma vez por semana, o que ocorre com apenas onze por cento dos entrevistados. Entre as pessoas com renda familiar mensal de até um salário mínimo (724 reais), a proporção dos que leem revista é de seis por cento. Quando a renda familiar é superior a cinco salários mínimos (3.620 reais ou mais), os números sobem para 29 por cento. A coleta dos dados e o processamento de informações realizadas na “Pesquisa Brasileira de Mídia 2015” foram feitos pelo instituto Ibope Inteligência

A VOCÊ, LEITOR, NOSSO MUITO OBRIGADO
Costumo dizer que todos nós somos mestres uns dos outros. Em um momento ensinamos e no outro aprendemos também. Durante as nossas reuniões de pauta, que é aquele momento de pensar nos temas que serão abordados na edição, sempre me questiono: “será que esta matéria vai influenciar ou impactar de maneira positiva, mesmo que minimamente, a vida de quem irá consumir este conteúdo?”. Se a resposta for sim, com certeza a pauta é aprovada. Seguimos em frente e apuramos, de maneira criteriosa, buscando ouvir os dois lados, de maneira isenta e imparcial. É desta forma que acreditamos funcionar o bom jornalismo: sempre empenhado em difundir a informação para promover a qualidade de vida dos nossos leitores. Afinal de contas, sem o seu prestígio, nada disso teria sentido.

HOMENAGEM ESPECIAL AOS NOSSOS CLIENTES
Entregar em suas mãos a edição de número 200 só foi possível por termos ao nosso lado pessoas e marcas que sonharam junto conosco. Sem os nossos leitores, colaboradores que estão hoje e os que já passaram por aqui, parceiros e clientes, nada disso seria viável. Por falar em clientes, decidimos homenageá-los nesta edição de número 200. Nas páginas a seguir, fizemos um álbum de fotos de nossos clientes. Pessoas que, de maneira direta e indireta, são responsáveis por fazer a economia da nossa comunidade girar. Elas geram emprego, renda, pagam impostos e têm uma responsabilidade social inimaginável. Infelizmente não seria possível reunir todos que estiveram conosco ao longo dessas quase duas décadas de existência e que estão marcados para sempre nas páginas de nossa história. Mas tenho certeza de que vocês estarão bem representados.

Rosana Aragon, Diretora de redação

Veja continuação galeria de fotos - Viva S/A 200 Edições>>

Top 5