NEGÓCIOS
14/12/2018   
O sucesso de The Black Mambas
Paulo Adorni está à frente da Adorni Films, localizada em Alphaville
foto: Arquivo pessoal

A caça ao rinoceronte, em busca de seus chifres de alto valor comercial, é um problema nas imediações do Kruger National Park, na África do Sul. Por isso, em 2013, um grupo de mulheres uniu-se a Craig Spencer, para criar o grupo paramilitar Black Mambas, com o objetivo de proteger essa e outras espécies de animais. A temática envolve assuntos como sustentabilidade e o papel da mulher na sociedade, foco do curta-metragem produzido pela DKR e pela Alphaville Adorni Films, comandadas, respectivamente, pelos cineastas Bruce Donnelly e Paulo Adorni.

Ainda sem previsão de exibição no Brasil, o filme foi destaque em novembro em Nova York, sendo selecionado para o festival NYCDOCS, um dos mais importantes do mundo voltado ao documentário. Paulo revela planos futuros. “Estamos produzindo o Sem fronteiras, um longa documentário sobre o atendimento médico e odontológico realizado pelos Doutores sem fronteiras na populações ribeirinhas e indígenas na Amazônia. O The Black Mambas nos deu a oportunidade de procurar boas e interessantes histórias nacionais”. O trailer é emocionante. Confira: https://www.blackmambasmovie.com/

Top 5