NEGÓCIOS
26/10/2018   
Alphaville recebe apartamentos com as maiores metragens da região
Moradores que buscam imóveis de ato padrão para residir querem conforto, lazer e fácil acesso
Myrá: varanda do apartamento de 410 M2 com 16 metros lineares - fotos: Divulgação

Nos últimos anos, os moradores de Alphaville e Tamboré estão descobrindo as facilidades de mudar um pouco o seu perfil. Conhecido pelas amplas casas, a região tem recebido, ao longo dos últimos anos, empreendimentos verticais de alto padrão que oferecem os quesitos mais procurados: segurança, conforto, comodidade e estilo. São condomínios deslumbrantes, com inúmeras opções de lazer e serviços, aliadas à localização privilegiada que fez a fama da região.

Esses empreendimentos possuem o tamanho e os diferenciais ideais para quem precisa e gosta de espaço e quer também dispor das facilidades de morar em condomínios verticais, com controle de acesso, menos despesas de manutenção e muitas opções de lazer sem precisar sair de casa.

“A região de Alphaville dispõe de diversos atrativos para um bairro moradia, com boas escolas, faculdades e centros comerciais. Além disso, a chegada de diversas empresas nos últimos anos tornou Alphaville ainda mais completa. Vale ressaltar a importante infraestrutura, que traz qualidade de vida aos moradores. Se compararmos a imóveis novos em bairros nobres de São Paulo, como Perdizes, Pinheiros e Vila Leopoldina, a média de preço para imóveis maiores supera os 12 mil reais o M2, Alphaville aplica preços médios próximos a 8,5 mil reais M2. Esse fator justifica porque investir em imóveis maiores na região é muito mais vantajoso. Com isso, famílias que buscam imóveis maiores com padrão elevado de acabamento vêm se interessando pela região há algum tempo”, diz o economista Sérgio Castelani, porta-voz do Grupo ZAP.

O que mais atrai investimentos à indústria dos imóveis de luxo é o potencial de integrar itens de valor ao empreendimento. Entre os aspectos que caracterizam um apartamento de alto nível, estão a arquitetura, a exclusividade e opções de lazer, dizem os especialistas.

Atria: perspectiva ilustrada do lounge externo - foto: Divulgação

MAIORES METRAGENS
De olho nesse novo público, as incorporadoras e construtoras da região estão investindo em imóveis de luxuosos, repletos de comodidades e com metragens suficientes para abrigar qualquer tamanho de família. Exemplos disso são os dois últimos lançamentos da construtora MPD. Os empreendimentos Atria e Myrá, lançados em março e maio desse ano, respectivamente, são as unidades com as maiores metragens da construtora.

Segundo a MPD, a demanda foi identificada nas constantes pesquisas que a empresa faz no mercado e os produtos seguem a tendência do bairro, conhecido por privilegiar empreendimentos de alto padrão.

O Atria, que fica na Avenida Andrômeda, 206, tem unidades com metragens de 228 e 285 M2, em torre única com 78 unidades, e possuem double view, ou seja, dois terraços com vistas opostas.

O Myrá conta com torre única com 50 apartamentos com metragens de 313 e 410 M2. As unidades de 313 M2 possuem terraços double view, e as de 410 M2 oferecem varandas com surpreendentes 16 metros lineares. Cada unidade conta com cinco ou seis vagas de garagem, sendo uma vaga box (24 M2, com portão motorizado e previsão de ponto para carregamento de carro elétrico). Ainda hall, depósito e terraço técnico privativo no próprio andar.

Localizado na Avenida Andrômeda, 152, terá ainda instalação de gerador com atendimento a todas as unidades e áreas comuns, sala para motorista, elevadores sociais com biometria, fechaduras biométricas nos acessos sociais das unidades e muitos outros itens exclusivos.

Ambos os empreendimentos contam também com piscinas cobertas adulto e infantil, piscinas externas, espaço gourmet, quadras recreativas, spa, sala de ginástica, sauna seca, entre outros itens que entregam conforto para os futuros moradores. Oferecem sistema automático de irrigação dos jardins com água de reaproveitamento, central de recepção de lixo com espaço para armazenamento de lixo reciclável proveniente de coleta seletiva, bacias sanitárias com acionamento duplo e medição de água individualizada.

BOULEVARD TAMBORÉ: UM VERDADEIRO CONDOMÍNIO CLUBE
Ainda na linha de apartamentos com amplas metragens, o Boulevard apresenta opções de 136 a 224 M2, um verdadeiro sucesso de vendas, com mais de 20 itens de lazer, sendo o maior condomínio clube da região. Alia a conveniência de Alphaville ao privilégio de estar perto da natureza e da tranquilidade que o bairro de Tamboré preserva.

Com o objetivo de fazer com que os moradores usufruam da estrutura do empreendimento e, ao mesmo tempo, incentivar a prática de esportes e o bem-estar de seus clientes, a MPD desenvolveu o projeto Go Fit MPD, uma iniciativa que oferece assessoria esportiva profissional aos novos condôminos, com programação completa, para todas as idades, pelo período de três meses. Após esse período, o sucesso foi tamanho que o condomínio resolveu, por conta própria, dar continuidade as opções de aulas e atividades.

AUMENTO DA PROCURA POR APARTAMENTOS
Um estudo produzido pela Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio (Embraesp) apontou para o fato de que, de janeiro de 2017 a agosto de 2018, a região de Alphaville/Tamboré teve, ao todo, dez lançamentos de imóveis residenciais verticais, totalizando 890 unidades comercializadas no período. Os apartamentos com 4 dormitórios ou mais são os preferidos. Nesse período, foram vendidas 353 unidades. O ranking ainda conta com 236 unidades com três dormitórios; 278 com dois dormitórios; e, com apenas um dormitório, 23 unidades comercializadas.

De acordo com Reinaldo Fincatti, Diretor da Embraesp, no acumulado dos últimos dez anos, a região de Alphaville e Tamboré apresentou 101 lançamentos de imóveis residenciais verticais, com total de 23.513 unidades, sendo comercializadas no período.

Boulevard Tamboré: Estrutura de um clube dentro do condomínio - foto: Divulgação

EXPERTISE
A MPD, que atua há mais de 36 anos na construção e incorporação de apartamentos de médio e alto padrão, vem atestando essa mudança no perfil imobiliário de Alphaville.

De acordo com Débora Bertini, Diretora de Incorporação da MPD, as casas estão ficando grande demais, pois os filhos se casam ou vão morar sozinhos em outros países, e a manutenção do jardim, piscina e limpeza da propriedade demanda altos custos, e além disso, o morador é o responsável pela administração dos serviços.

“Isso tem acontecido por uma demanda de mercado. Desenvolvemos nossos produtos sempre pautados nas necessidades e desejos de nossos clientes. Trabalhamos constantemente com pesquisas e mapeamentos de mercado para entender e entregar aquilo que tem demanda, por isso o sucesso de nossos últimos lançamentos em metragens maiores, acima de 220 M2, como o Atria e o Myrá”, diz.

“Nós projetamos o Myrá, um produto muito especial, muito diferente, que só vai surgir de tempos em tempos. Colocamos muito da nossa expertise e do nosso coração junto dele”, descreve Mauro Dottori, Presidente da MPD.

MERCADO AQUECIDO
De acordo com informações de empresas associadas à Abrainc - Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias, as vendas de imóveis novos somaram 10.080 unidades no último mês, colaborando para um volume total de 115.930 unidades vendidas pelas empresas associadas nos últi
mos 12 meses – o que corresponde a uma alta de 11% frente às vendas reportadas nos 12 meses anteriores.

Entre os fatores que alavancaram os resultados positivos observados no balanço parcial de 2018 (até agosto), é possível destacar o avanço dos lançamentos residenciais de médio e alto padrão (MAP), com aumento de 76% em volume na comparação com o período entre janeiro e agosto de 2017.

Considerando o horizonte dos últimos 12 meses, os empreendimentos MAP responderam por 24,5% das unidades residenciais lançadas e 30,8% das unidades residenciais vendidas. O segmento MAP manteve o desempenho expressivo nos lançamentos no período (+57,7%).

No segundo semestre de 2018, a Lopes lançou um portal especializado em imóveis de luxo. Ali oferecerão mais de cinco mil casas e apartamentos em bairros nobres de São Paulo. Todos os imóveis anunciados nesse segmento são avaliados acima de 3,5 milhões de reais com arquitetura e tipologias especiais. Juntos somam por volta de 20 bilhões de reais em VGV (Volume Geral de Vendas).

O mercado de alto padrão representou 10% das vendas da Lopes no primeiro trimestre de 2018, sendo mais do que o dobro de um ano antes, que foi de 4%. A Lopes está buscando fortalecer sua posição em um dos segmentos imobiliários que mais crescem. A empresa vem intermediando vendas de 1,39 bilhão de reais no primeiro trimestre deste ano, sendo 18% a mais do que no ano passado no mesmo período.

Top 5