GENTE
28/06/2018    Por João Felipe Cândido
Mudança de hábito
“Espero que o meu estilo de vida consiga estimular as pessoas a cuidar cada vez mais da saúde”
foto: Divulgação

Em maio deste ano, o gerente de marketing e morador de Alphaville Rodrigo Araújo conseguiu realizar um dos seus maiores desejos: participar do Ironman Brasil - a versão completa da prova de triatlo que contempla três quilômetros e oitocentos metros de natação, 180 quilômetros de ciclismo e 42 quilômetros de corrida. Vencer as três modalidades ao longo de 12h30 seria algo impensável há pouco mais de uma década, quando recebeu o diagnóstico de que era portador do diabetes tipo um.

“Foi um choque muito grande, ainda mais por saber de todas as consequências da doença silenciosa. Pensei que fosse morrer”, recorda-se. Araújo deixou qualquer vestígio de vitimismo de lado e abraçou o esporte. Só não fazia ideia de que, meses depois, iria se apaixonar pela corrida. Participou da São Silvestre e de diversas maratonas até no exterior, e assim chegou ao ironman full. Hoje, sua disciplina espartana inclui alimentação regrada, orientada por nutricionista, e treinos diários, o que lhe possibilita conviver bem com a doença.

Top 5