GENTE
26/01/2018    Por João Felipe Cândido
Fotos com alma
Para produzir o livro, Alberto Takaoka garimpou o seu acervo com mais de um milhão de fotografias do trabalho feito pelos bombeiros
foto: Arquivo Pessoal

Filho do saudoso engenheiro Yojiro Takaoka, um dos fundadores de Alphaville, Alberto Takaoka, 58, decidiu seguir os passos de seu pai e se formou em Engenharia Civil. Anos mais tarde, a paixão pela arte falou mais alto e Alberto decidiu se dedicar ao universo da fotografia. Tudo começou em 2007, quando o Airbus A320 da TAM se chocou contra o prédio da TAM Express. “Estava numa festa familiar em Alphaville. Ao ver as cenas da tragédia na televisão, peguei a minha câmera, entrei no carro e fui em direção ao local do acidente”, recorda-se. Ao acompanhar de perto e registrar o árduo trabalho do Corpo de Bombeiros, suas fotos renderam uma exposição.

Takaoka conseguiu uma autorização especial e há dez anos, passou a fotografar o trabalho dos bombeiros no Estado de São Paulo. Foi na corporação que conheceu sua esposa, Alexandra Maia, 43, que na época trabalhava no Centro de Operações do Corpo de Bombeiros (Copom). Em dezembro, lançou o livro de fotojornalismo Heróis de Fogo (Ipsis Gráfica e Editora). Alberto não pretende abandonar tão cedo o seu hobby, feito de maneira voluntária e sem patrocínio; tanto assim, que revela dormir ao lado de sua câmera, sempre pronta para registrar a próxima ocorrência.

Top 5