GENTE
28/04/2017    Por Marcela Goldstein
Voluntariado do coração
Professora passa 40 dias trabalhando 14 horas diárias em dois campos de refugiados de uma mesma região, Nea Kavala e Cherso, próximos da cidade de Tessalônica
foto: Arquivo pessoal

Angela Tsatlogiannis, 50, é professora de Direito Internacional e Humanos e Relações Internacionais na Faculdades Integradas Rio Branco, na Granja Viana. A atual crise migratória mundial é um dos temas mais presentes em sua sala de aula e, por isso, sentiu a necessidade de, para ensiná-lo, além de estudar, vivenciá-lo em campo. Foi então que, no final de dezembro do ano passado, partiu para a região norte da Grécia e, por meio da ong norueguesa Drop in the Ocean, realizou atividades como triagem e distribuição de roupas e alimentos provenientes de doações, durante 40 dias. “Foi a experiência mais intensa da minha vida. No começo me revoltei por vê-los em condições tão desumanas e em tanto sofrimento. Logo abri meu coração e fiz minhas tarefas com muito respeito e carinho, buscando dar um pouco de dignidade a eles ”, conta a professora que voltou com o propósito de divulgar a causa.

Top 5