ENTREVISTA
28/09/2018    Por João Felipe Cândido
Crédito imobiliário avança no Bradesco
Atualmente, por meio da instituição é possível financiar até 80% do valor de um imóvel, com prazo de até 30 anos para pagamento, além da agilidade na pré-aprovação do crédito
Leandro Diniz, diretor de empréstimos e financiamentos do Bradesco - foto: Divulgação/Bradesco

O Bradesco atingiu 9,6 bilhões de reais em contratos imobiliários (de janeiro a agosto de 2018), segundo o ranking da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança - Abecip; assegurando o primeiro lugar entre as instituições financeiras tanto na concessão para pessoa física como para pessoa jurídica, fato inédito para um banco privado. A seguir, confira a entrevista concedida pelo diretor de empréstimos e financiamentos do Bradesco, Leandro Diniz.

Que estratégia o banco adotou para ultrapassar a histórica liderança da Caixa Econômica Federal no financiamento imobiliário?
Para chegar a esses resultados, o Bradesco desenvolveu uma estratégia pautada por melhoria de produtos, simplificação de processos e foco comercial nos três canais de originação do negócio: rede de agências, parcerias imobiliárias e repasse. Com base nesses três pilares de sustentação, o ritmo de produção do crédito imobiliário cresceu com velocidade e consistência, tornando-se, nos primeiros oito meses do ano, 72% maior que no mesmo período de 2017.

Quais as condições para contratar o crédito imobiliário oferecido pelo Bradesco?
Hoje, nossos clientes podem simular e ter seu crédito aprovado em até uma hora, o que chamamos de “crédito online”. A consulta pode ser feita em nosso site, ou no mobile e em uma de nossas imobiliárias parceiras. Após a aprovação, uma equipe especializada entra em contato com o cliente para assessorá-lo até o final da contratação. Nos próximos meses, teremos mais uma entrega importante, faremos todo o fluxo de contratação (subida de documentações, por exemplo) diretamente em nosso mobile, tabletes ou internet banking, assim disponibilizando todos os canais para o cliente escolher a melhor forma de se comunicar (fazer o financiamento) com o Banco, melhorando ainda mais a sua experiência conosco. Essa tecnologia de última geração desenvolvida pelo Bradesco contribui diretamente para o crescimento de crédito imobiliário.

É possível usar o FGTS para comprar o imóvel?
Sim, o FGTS pode ser usado para aquisição de imóvel novo ou usado, amortização ou quitação do saldo devedor do financiamento e pagamento de parte do valor das prestações. O uso do FGTS está disponível apenas para imóveis residenciais e urbanos concluídos.

Como manter a liderança alcançada na concessão de crédito imobiliário?
O Bradesco tem a maior presença no mercado, em uma significativa movimentação de profissionais. Equipes estão realizando trabalho de campo bastante destacado em benefício do crédito imobiliário, em especial a participação em feirões de imóveis e como organizador de eventos, e exposições especiais para os clientes, com informações sobre as condições e as perspectivas do mercado. Nessas ocasiões, o banco tem a oportunidade de apresentar os serviços oferecidos a muitas pessoas que ainda não são correntistas. Assim, um atendimento que se inicia pelo crédito imobiliário se torna a porta de entrada para um relacionamento permanente com a instituição. A rede de agências está muito bem preparada para ampliar nossos contatos com os clientes e os potenciais consumidores dos nossos produtos. Cortamos praticamente pela metade a quantidade de documentos que são exigidos. Com exceção da assinatura do contrato, tudo pode ser feito de forma digital. Temos hoje ainda uma das menores taxas do mercado, pois vemos essa carteira como um negócio estratégico na relação com nossos clientes. Por meio do crédito imobiliário, conseguimos manter uma atuação importante nos diferentes segmentos da cadeia produtiva que ele envolve.

Top 5