Articulista
Roberto Shinyashiki
Carreira e Relacionamento
Roberto Shinyashiki
Psiquiatra, escritor e conferencista
28/06/2019
A diferença entre ser normal e ser você

Temos a tendência de nos comparar com o que não dá certo. Um dos meus filhos foi mal em português. Estava para completar dez anos de idade. Eu perguntei: - Que nota você tirou? Ele respondeu: - ‘’Tirei seis..., mas o João tirou cinco’’. Continuei a conversa e perguntei: - Mas teve algum aluno da sua sala que tirou dez? E ele respondeu: - ‘’Ah, a Mariana, mas a Mariana é CDF". Então eu disse: - Oh, filho, é errado se comparar com o outro; mas, se for para comparar, escolha quem dá certo. Não se compare com quem está inferior a você.

Hoje, tudo se tornou "normal"... Algumas pessoas passaram achar a corrupção normal - e não estou falando aqui sobre a corrupção na política, e sim no cotidiano, como, por exemplo, achar normal furar fila. Por quê? Porque isso constitui um banco de normalidades, é um grupo de normalidades. Gente normal, quando tem sono, vai dormir. Gente normal, quando está cansada, vai dormir.

Gente normal, quando está com fome, para, a fim de comer. Mas eu tenho certeza de que a maioria de vocês - espero que todos - alguma vez já chegou a casa, depois de ter trabalhado o dia inteiro na empresa, percebeu que não se sentia bem, estava até com febre e pensou: ‘’Puts, vou tomar um leite quente e dormir". Mas aí foi ver o filho e ele estava com febre também. Então, ignorou seu próprio mal-estar e ficou acordado até o dia amanhecer, e feliz, por ter se mantido acordado para cuidar do filho. Por que se sentiu feliz? Por ter ficado acordado a noite toda? Não! Você ficou feliz, porque você não é normal! Gente normal, quando tem sono, vai dormir!

Faz sentido isso para vocês? Quem é ainda muito jovem, como meu filho que mencionei no começo do texto era, ainda tem um grande desafio...frequentemente saem "atrás de qualquer mariposa". Então, gente jovem tem essa tendência.

Nós somos diferentes. Ficamos "p’’ da vida quando vemos alguém tratando mal uma criança na praça. Ficamos revoltados. Às vezes, conseguimos nos controlar; outras, vamos lá e tomamos uma atitude e interferimos - A senhora está precisando de alguma coisa? Para quê fazemos isso? Para ela parar de machucar e de bater na criança.

Para obter resultado diferente da maioria, você tem de ser especial. Se fizer igual a todo mundo, obterá os mesmos resultados. Não se compare à maioria, pois, infelizmente, ela não é modelo de sucesso. Se você quiser atingir uma meta especial, terá de estudar no horário em que os outros estão tomando chope com batatas fritas. Terá de planejar, enquanto os outros permanecem à frente da televisão. A realização de um sonho depende da dedicação e não de mágica. Mágica é ilusão, e ilusão não leva você a nada.

Então, deixo aqui um convite para você se perguntar sempre: é para ser normal ou é para ser você?

foto: Divulgação

DICA DO MÊS:
Uma apresentação pode ser um grande problema, mostrando fraquezas de um profissional que não consegue se expor bem; ou uma grande oportunidade de se valorizar, dar um salto na carreira e vender qualquer coisa para qualquer pessoa ou plateia. Neste livro, utilizo minha experiência como palestrante para ajudar profissionais em geral que precisam fazer apresentações e encantar e conquistar plateias.

Título: Os Segredos das Apresentações Poderosas
Autor: Roberto Shinyashiki
Editora: Gente
Preço: 32

*Preços pesquisados em maio de 2019

Outras Matérias
Outros Articulistas
Junho 2019
Especial Viva S/A 18 anos A Viva S/A chegou à maioridade completando 18 anos.