Articulista
Luiz Marins
Empreendedorismo
Luiz Marins
Antropólogo, consultor de empresas, escritor e apresentador de TV
27/07/2017
Sem disciplina não pode haver sucesso
Para alcançá-la, é preciso domínio da vontade, um objetivo claro e muito foco
foto: Divulgação

Nunca como hoje o estudo dos efeitos e da importância da disciplina mental e comportamental foi tão desenvolvido. O assunto tem sido motivado pelas inúmeras pesquisas multidisciplinares sobre os fatores que levam uma pessoa a ter sucesso pessoal e profissional e a relatar um sentimento de felicidade maior que outras pessoas.

Vale ressaltar que o conceito de sucesso pouco tem a ver com uma conta bancária recheada, e menos ainda com fama e poder. Sucesso é sentir-se bem consigo mesmo e ser alguém respeitado e querido por um círculo grande de pessoas, principalmente as mais próximas. Pesquisas têm comprovado que são mais felizes aqueles que possuem um círculo significativo de relacionamentos relevantes (networking).

Uma metáfora que sempre utilizo para explicar o que seja disciplina é a seguinte: se uma pessoa deseja ir de São Paulo a Curitiba de automóvel, a estrada certa a pegar é a Rodovia Regis Bittencourt. Se ela tomar a Rodovia Presidente Dutra, por certo não chegará a Curitiba, e sim ao Rio de Janeiro. Embora as duas tenham a mesma denominação numérica (BR-116), a direção para o Rio é o Leste e para Curitiba, o Sul. Uma pessoa indisciplinada é aquela que quer chegar a Curitiba pela Rodovia Presidente Dutra. Disciplina, portanto, é decidir aonde se quer chegar e pegar a estrada certa que levará ao desejado destino.

A disciplina, por conseguinte, exige domínio da vontade, um objetivo claro e muito foco. Muitas estradas poderão ser mais agradáveis, mais bem pavimentadas, menos íngremes e com mais apoio do que a que teremos que tomar para chegar onde desejamos. Mas essa será a estrada que deveremos pegar, se realmente quisermos atingir o nosso destino? Sem saber onde quero chegar, correrei o risco de ficar tomando atalhos, dando voltas, perdido.

Assim, o que as pesquisas concluem é que sem disciplina não pode haver sucesso, nem pessoal, nem profissional, e quem imaginava chegar à felicidade por caminhos errados, com certeza não chegará.

Um grande problema encontrado nos profissionais é disciplinar sua mente para conseguir efetuar as tarefas necessárias sem perder o foco. A indisciplina não é um problema de inteligência, mas sim uma falta de motivação, é não sentir vontade de realizar qualquer tarefa, podendo, assim, se desconcentrar com mais facilidade.

É preciso querer chegar a um objetivo, estar motivado para isso, buscar disciplinar sua mente em um foco. Conhecer os motivos que podem levar a um determinado caminho é o que faz sua mente ser tendenciosa ou disciplinada.

Ressalta-se o tema motivação, que atualmente é muito enfatizado no meio organizacional. Essa vontade de vencer, de ir longe, de estar preparado para novos desafios de ser constante. E como alcançá-la?

Quem não investe em si próprio perde o direito de reclamar dos outros. Os primeiros que devem investir em nós somos nós mesmos. Invista em você. Lição dos gansos: pessoas que compartilham uma direção comum e senso de comunidade podem atingir seus objetivos mais rápido e facilmente.

Procure não perder nenhuma oportunidade de crescer, aperfeiçoar-se com a experiência alheia, trocar ideias, enfim, aprender. Tenha a atitude de aprender sempre, temos de olhar o novo como oportunidade de medir a nossa capacidade de vencer obstáculos, de criar, de inovar.

Estamos precisando de pessoas que façam bem feito, que se importem, que se comprometam com o certo, com o correto, que tomem para si a responsabilidade de fazer. O mundo está aí cheio de oportunidades para aqueles que se comprometem. Com um objetivo claro e definido, pessoas comprometidas experimentam o sucesso tão invejado pelos que não se envolvem. Acredite! Tenha foco, se aperfeiçoe, tenha dedicação e entusiasmo. Sucesso!

Outras Matérias
Outros Articulistas
Julho 2017
De geração em geração