Articulista
Luiz Marins
Empreendedorismo
Luiz Marins
Antropólogo, consultor de empresas, escritor e apresentador de TV
28/06/2019
Seus concorrentes querem que você desista

Lembre-se: tudo o que seu maior concorrente quer é que você desanime. Sei que não é fácil não se abater frente a uma concorrência acirrada, forte e muitas vezes pouco ética e mesmo desonesta. Mas, se você se render, dará a ele a vitória antecipadamente.

A grande verdade é que não há nenhum setor, ou área de atividade, empresa ou profissional que não sofra concorrência difícil. Sempre temos a impressão que nosso setor é o mais concorrido. Quem tem loja de material de construção só vê nas ruas placas de outras lojas de material de construção. Médicos só enxergam placas de médicos. Donos de óticas, só veem quantas óticas há em sua cidade e assim por diante.

Se você acha seu setor muito concorrido, mude de ramo e terá a triste surpresa de constatar que em qualquer área de negócios a concorrência aumentou muito e aumentará ainda mais nos próximos anos.

Assim, não há outro caminho se não o de trabalhar com mais inteligência e vontade e usar toda a criatividade para inovar, fazer diferente, fugir da guerra de preços e esquecer a concorrência. Como?

Temos de sair de nossa empresa e ir para o mercado, ir aonde os clientes estão, conversar, sentir o que eles sentem, entender o que eles pensam e necessitam, observar e estudar o mercado deles para que possamos propor soluções para problemas que, muitas vezes, nem eles mesmos sabem dizer quais são.

Lembre-se que empresariar e vender hoje é mais cérebro do que músculos. Se você não observar e estudar seus clientes ou prospects (aqueles que deseja conquistar), não terá sucesso, por mais que trabalhe.

Muitos empresários e dirigentes empresariais que conheço ficam o tempo todo dentro de suas empresas. Não visitam clientes, não vão a feiras, congressos, seminários e palestras para as quais são convidados. Dentro da empresa não encontrarão a solução para seus problemas. A solução está sempre fora da em presa, no mercado, com os clientes.

Ficando somente dentro da empresa, os dirigentes vivem apagando incêndios e resolvendo problemas e não criam oportunidades por não estarem permanentemente em contato direto com o mercado e com os clientes. O mais grave é que esses dirigentes acreditam que não precisam sair de suas salas e empresas e que já sabem do que o mercado precisa. Pura ilusão! Sem ir até onde os clientes ou prospects estão, sua visão será sempre parcial e filtrada e você não desbloqueará sua criatividade e inovação. Sem participar de feiras, eventos, palestras, você ficará preso em suas próprias convicções e não será capaz de ver as oportunidades que, muitas vezes, estão debaixo de seu próprio nariz. Acredite neste meu conselho: saia da sua empresa e vá aonde os clientes estão.

Pense nisso! Sucesso! 

foto: Divulgação

DICA DO MÊS:
Neste livro abordo, de forma leve e agradável, um assunto sério: como são as sociedades empresariais; sem com isso deixar de fazer uma análise acurada e penetrante das características das sociedades e dos sócios que a compõem. É também um guia com orientações práticas para todos aqueles que precisam manter sua sociedade ou que pensam em formar uma.

Título: Socorro! Tenho Um Sócio
Autor: Luiz Marins
Editora: Harbra
Preço: R$ 42

*Preços pesquisados em maio de 2019

Outras Matérias
Outros Articulistas
Junho 2019
Especial Viva S/A 18 anos A Viva S/A chegou à maioridade completando 18 anos.