Articulista
Cristiana Arcangeli
Marketing & Inovação
Cristiana Arcangeli
Empresária, consultora de beleza e escritora
27/08/2018
Tenha funcionários empreendedores!

Eu admiro funcionários que têm paixão e compromisso pelo que fazem. Durante minha jornada como empresária, sempre procurei colaboradores que acreditassem no meu propósito, que gostassem de evoluir e trazer inovação para a empresa. Esse é o tipo de pessoa que eu chamo de funcionário empreendedor.

Funcionários empreendedores são superimportantes para o desenvolvimento de um negócio. Eles se destacam dos demais colaboradores por não terem medo de arriscar para alcançar as metas propostas. Além disso, gostam de sugerir e realizar ações para dinamizar as atividades; e ainda sabem aproveitar as oportunidades, trazendo melhorias para a companhia.

Muitas pessoas confundem montar um negócio com “ser empreendedor”. Entenda que nem todo empreendedor é o dono do negócio, e nem todo dono do negócio é, necessariamente, um empreendedor.

Empreender é uma atitude. Por isso, na hora de escolher sua equipe, opte por pessoas com atitude empreendedora que acreditam no propósito da sua empresa e o cumprem. O colaborador empreendedor está sempre batalhando para alcançar o sucesso e aprender com os erros e acertos. Dessa forma, a perspectiva de crescimento do negócio é muito maior.

O funcionário empreendedor é aquele que, às vezes, pensa no negócio até mais do que o dono. Esse tipo de funcionário entende que, se a companhia crescer, ele cresce junto e todos ganham. Além disso, ele pode, em muitos casos, tratar da empresa melhor do que o proprietário. E isso não é problema nenhum. Pelo contrário, é alguém com quem se pode aprender, trocar ideias e colaborar na gestão do negócio.

Eu já tive vários funcionários que ganhavam salários maiores que o meu. Por quê? Porque eram eles que faziam o negócio acontecer. Eles conheciam todos os processos, desde os concorrentes até os clientes e as vendas. Sabiam como o produto estava girando no mercado, o que precisava melhorar e o que estava dando certo. Eles tinham uma visão holística da empresa, e isso fez toda a diferença.

Colaboradores com espírito empreendedor são mais propensos a pensar fora da caixa, ou seja, a trazer inovações e soluções para a empresa. São pessoas motivadas, que vestem a camisa da empresa, que acreditam tanto no negócio, quanto o CEO. Elas vão saber vender, porque o bom vendedor é aquele que acredita no produto que está oferecendo. Se você não acreditar no que está vendendo, a venda já saiu morta de casa. Procure pessoas comprometidas com a causa, o propósito e o conceito da companhia. Esses são os executivos mais disputados hoje em dia.

Dois erros que muitas empresas cometem são o de não dar espaço a seus funcionários empreendedores e não os valorizar. Não deve haver obstáculos para os profissionais apresentarem suas ideias e talentos. Isso só vai desmotivá-los e fazer com que seu senso de empreendedorismo se perca dentro do negócio. É preciso mostrar que aquele colaborador é uma parte importante do projeto, e que você está sempre aberto a escutar suas propostas.

Agora, pare para observar as pessoas que trabalham com você. Qual delas se encaixa nos quesitos acima? É hora de reconhecer e bonificar esses talentos. Isso vai fazer com que o colaborador seja mais estimulado a continuar a cumprir as metas, e até mais, pois irá perceber que está sendo mais reconhecido e que seu esforço está sendo recompensado.

E quem não se encaixa no perfil de empreendedor. Empreender é questão de prática e conhecimento. Motive e ensine seus funcionários a terem um mindset (modelo mental) empreendedor e a desejarem um crescimento mútuo. Eu garanto que isso vai trazer um resultado surpreendente!

Quer ver mais histórias, curiosidades e dicas de beleza, saúde e empreendedorismo?
Cadastre-se em meu site crisarcangeli.com e siga as redes sociais FB cristianaarcangeli e IG crisarcangeli.

Outras Matérias
Outros Articulistas
Dezembro 2018
Transforme 2019 no melhor ano de sua história