Articulista
Cristiana Arcangeli
Marketing & Inovação
Cristiana Arcangeli
Empresária, consultora de beleza e escritora
28/05/2018
Os desafios no mundo dos negócios

Para aceitar um desafio, é preciso ter disposição. Todo desafio, toda coisa nova pode ter problema, pode ter imprevisto, mas isso faz parte do trajeto. Persistência e resiliência são ingredientes fundamentais para atingir qualquer meta.

Um dos principais desafios do mundo dos negócios é a concorrência. Eu, particularmente, adoro a concorrência. A concorrência me ensina e me mostra onde eu posso fazer diferente. Lembre-se de que sempre vamos ter concorrentes. E, quanto mais o negócio se ampliar, atrairá mais e mais concorrentes. Por exemplo, até oito anos atrás, ninguém falava de alimentos com colágeno e a Beauty in trouxe essa inovação. Hoje, já existem algumas marcas fazendo um chocolate parecido com o nosso. Eu vejo esse fenômeno como uma concorrência saudável, que veio para somar e fazer o mercado crescer. Mas, ser pioneiro, sempre vai fazer a diferença entre os concorrentes.

É importante você se atentar para o fato de que o mercado está na rua, está no ponto de venda. Já parou para pensar no quão caro custa achar um cliente que está procurando algo que você idealizou, sem uma pesquisa de mercado?

Eu lhe adianto que o custo é altíssimo! É preciso sair do escritório, sair do computador. Para mim não tem nada pior do que chegar à minha empresa e ver que todos estão diante de um computador. Você precisa ir para a rua, ver o seu concorrente, ver os pontos de vendas, como as pessoas estão se comportando. O que o cliente está procurando? Do que ele está reclamando? Se você não for à rua saber o que as pessoas querem, nunca vai antecipar a tendência, nem vai fazer algo inovador ou buscar um negócio diferente.

Sair dos locais fechados, de escritórios, pode lhe dar insights incríveis que você nem imagina. Foi indo às ruas, por exemplo, que surgiu a ideia de criar a Phytoervas. Foi em uma ida ao supermercado, lá na década de 1980, que eu percebi que metade dos xampus que havia ali continha uma quantidade tão grande de sal que chegava a enferrujar as gôndolas. E eu nem preciso dizer o mal que o sal faz ao cabelo, né?

Percebi essa brecha no mercado e vi a oportunidade de fazer algo diferente, de trazer uma novidade ao público e, assim, criar um produto natural, resultado dos meus estudos sobre plantas homeopáticas. Isso fez uma enorme diferença no meu cabelo e no de inúmeras pessoas.

Pensar fora da caixa vai lhe fazer ir muito além. Entender que o que você criou precisa ter empatia e conexão com a emoção das pessoas também pode ser a chave para a inovação. E é isso que vai lhe fazer chegar muito mais longe no mundo do empreendedorismo. 

Minha jornada sempre foi movida por desafios. E, acredite, não foi fácil. Desde a minha graduação em Odontologia, quando resolvi estudar o poder das plantas homeopáticas e fazer tratamento com elas. Não demorou muito tempo para eu perceber o quanto essas plantas poderiam fazer a diferença na vida de muita gente. Acabei deixando minha vida estável como dentista e entrei no mundo dos negócios.

As pessoas achavam aquilo uma loucura! Mas se arriscar faz parte do desafio. Foram muitos obstáculos ao longo destes meus trinta anos de carreira. Negócios que não deram certo, empresas que tive de vender, mas minha perseverança e obstinação nunca me deixaram estagnar. Nem mesmo no sucesso. Precisamos abrir a cabeça e ver que o mundo é muito maior do que achamos.

Outro ponto importante é acreditar em si, acreditar no seu propósito. Se você não tiver sangue nos olhos e não acreditar em si, no seu negócio, nunca vai conseguir contratar ninguém, por exemplo. E você precisa de pessoas que construam o seu ideal com você. Sua missão, o que quer fazer, onde quer chegar, que transformação você vai criar no mundo e nas pessoas, precisam estar claros para quem faz parte da sua equipe. É essa clareza que vai gerar os resultados necessários para o crescimento.

Outras Matérias
Outros Articulistas
Dezembro 2018
Transforme 2019 no melhor ano de sua história