Articulista
Cristiana Arcangeli
Marketing & Inovação
Cristiana Arcangeli
Empresária, consultora de beleza e escritora
31/01/2017
Stress Free Zone
Stress elevado pode desencadear problemas físicos e emocionais. Fique atento aos sintomas e causas
foto: Shutterstock

O nosso País passa por um momento intenso de crise econômica e política, o que eleva as chances de as pessoas desenvolverem o stress. Este, em pequena quantidade, até pode ser considerado útil e positivo, entretanto, em níveis extremos, pode levar à morte.

De acordo com a universidade Harvard Business School, ultimamente, 80% dos motivos das consultas médicas possuem vínculos com o stress que, segundo estudos, está associado ao desenvolvimento de várias doenças como o câncer, depressão, diabetes, hipertensão e também infartos.

O stress causa impacto tanto nas pessoas como nas empresas. Uma média de 70% dos brasileiros participantes do mercado de trabalho apresentam sequelas devido a um nível de stress elevado, podendo desenvolver problemas físicos e emocionais.

Por isso é importante ficarmos sempre atentos aos sintomas que o stress pode apresentar, ocorrendo em forma de irritabilidade excessiva, mal estar generalizado, cansaço constante, problemas de sono, pensamentos em torno do mesmo assunto, dificuldades para ter ideias novas, diminuição ou perda do apetite sexual, perda de interesse e motivação, dificuldades para manter a concentração e a atenção, problemas de memória, de pele e gastrointestinais, dores e tensão muscular.

Combatendo a causa do stress
Tão importante quanto atentar aos sintomas é identificar a causa, o gatilho para que o stress se manifeste, pois somente com esse conhecimento será possível tomar uma atitude para combatê-lo. Para isso, há alguns passos a seguir:

1.) Procure identificar o que o incomoda. Liste tudo o que o tem preocupado, aumentado a sua ansiedade, causado tensão, nervosismo ou irritação e reflita como você tem reagido e lidado com cada item.

2.) Avalie o quanto as suas ações e reações (concretas ou subjetivas) têm contribuído ou não para resolver o problema ou diminuir o seu nível de stress.

3.) Reflita e procure descobrir alternativas e possibilidades para lidar com o que está acontecendo de uma forma diferente e mais eficiente! Procure identificar quem são as pessoas que podem contribuir com você e ajudá-lo a superar cada desafio. Relacionamentos e apoio fazem uma enorme diferença.

4.) Você pode chegar à conclusão de que não há nada que possa ser feito diretamente sobre a situação, entretanto, pode mudar a forma como enxerga a questão? Alguns problemas por quais passamos podem ser realmente difíceis de enfrentar, porém, podemos vê-los de outra perspectiva, como grande oportunidade de aprendizado e crescimento. Portanto, manter controle sobre sua mente, procurar o apoio de pessoas, rever o seu estilo de vida e cuidar-se física e emocionalmente são atitudes imprescindíveis para que você vença tais desafios de maneira saudável.

5.) Outra dica: pratique esporte, qualquer um que seja. Isso é necessário não só para emagrecer (apesar de isso ser uma consequência boa), mas para manter a saúde mental. A endorfina melhora o humor, relaxa, diminui a ansiedade e afasta a depressão. Resta-nos inspirar, respirar e não pirar!

Outras Matérias
Outros Articulistas
Outubro 2018
LEROY MERLIN - Aqui você encontra tudo para transformar a sua casa