Articulista
Cristiana Arcangeli
Marketing & Inovação
Cristiana Arcangeli
Empresária, consultora de beleza e escritora
28/08/2019
Seu mindset é inovador?

Há tempos que a inovação e a criatividade são consideradas competências extremamente importantes e valorizadas nas organizações. Inovar não é o papel apenas de empresas, mas também dos profissionais que participam delas.

Colaboradores inovadores, além de desfrutarem de boa reputação no mercado, tendem a ter melhores remunerações e a conseguir melhores posições. Ser um profissional inovador depende, em parte, do nível de conhecimento e acesso a informações, mas também requer postura e atitude.

Inúmeros estudos mostram isso, mas entender, de fato, como se tornar mais inovador continua sendo um grande desafio para a maioria dos negócios pelo mundo. Para construir uma organização inovadora, você precisa primeiramente ter colaboradores inovadores e que pensam fora da caixa, com uma visão à frente das coisas.

“Mas, Cris, como eu sei que meu colaborador é inovador?” É fácil: quando ele desenvolve constantemente o seu mindset, ou seja, quando recicla e melhora incessantemente os seus pensamentos, valores e crenças. Pessoas inovadoras têm um mindset distinto, por isso, percebem o mundo de um jeito diferente.

Você sabe no que consiste o mindset do inovador, e como conquistá-lo? Enquanto a maioria das pessoas percebe o mundo em três dimensões, os inovadores enxergam o mundo em quatro dimensões, são elas: otimismo pragmático, mentalidade de crescimento, diversidade e abertura ao risco.

Para ser inovador é preciso, antes de tudo, ser criativo. Criar e deixar o mercado e o mundo falarem. Quando o inovador assume também o papel do crítico, ele perde automaticamente sua capacidade de criar. Isso porque a autocrítica e a negatividade matam a criatividade. Pessoas com o sangue inovador acreditam no que ainda não existe, enxergam o que a maioria não vê, e, por também serem pragmáticos, conseguem trazer isso à realidade.

A mentalidade de crescimento mostra que qualquer habilidade ou competência pode ser desenvolvida por meio da prática disciplinada. Com a inovação não é diferente: é preciso primeiro aceitar o fato de que ela é uma competência que pode ser desenvolvida, e depois, praticá-la diariamente.

Um dos passos mais importantes para se tornar uma pessoa mais inovadora é estar disposto a inovar a si mesmo. A diversidade fortalece a nossa vida em diversas áreas, até mesmo no que diz respeito à inovação. Inovadores valorizam e cultivam a diversidade em todos os seus aspectos.

Visite lugares diferentes, converse com pessoas de diversas idades, experimente cortar rotinas, criar novos rituais e sempre troque ideias com pessoas que pensam diferentemente de você, isso agrega muito ao desenvolvimento do seu mindset.

E você está disposto a correr riscos? Nada é de graça. Não existe ganho nem inovação sem risco.

Inovadores logo aprendem que devem conviver com o erro, experimentando, de forma controlada, para correr riscos inteligentes, entendendo que os ganhos e aprendizados em longo prazo sempre compensam as possíveis perdas do curto prazo.

Toda a grande inovação nesse mundo surgiu pela coragem. O profissional, por sua vez, não pode deixar de investir em capacitação e no aperfeiçoamento pessoal e profissional. Algumas das características que propiciam a inovação são desenvolvidas ao longo do tempo, mas todas podem ser aprendidas. Não espere que a organização traga esse desenvolvimento inovador, busque esse estímulo por iniciativa própria.

Acesse outros conteúdos como este no site www.crisarcangeli.com, no canal Cris Arcangeli no Youtube, no FB e IG @crisarcangel, nos quais eu compartilho insights sobre empreendedorismo e outros temas. Siga também @sharkemforma, perfil que une dicas de empreendedorismo associadas à boa forma.

Outras Matérias
Outros Articulistas
Agosto 2019
Parabéns, Alphaville - As curiosidades dos cartões postais do bairro.