Articulista
Bel Pesce
O Futuro que já existe
Bel Pesce

Empreendedora e Fundadora da FazInova

14/12/2017
O futuro no qual você já vive - Parte 2
É possível extrair aprendizados de qualquer situação
Foto: Divulgação

No último artigo, compartilhei o quanto valorizo as "traduções de realidade" e as três premissas que são pilares para tudo o que produzo: 1.) Existe muito conteúdo bom disponível. 2.) Menos foco, mais multidisciplinaridade. 3.) O que vale é o agora. Hoje compartilho certas condutas que adotamos na minha empresa, a FazINOVA. Desde 2013, ajudamos as pessoas a se sentirem empoderadas e a se adaptarem a um mundo em constante mudança, transformando informações em ações. Temos conteúdo em português, inglês, espanhol e árabe, e brevemente em outros idiomas. Criamos um ecossistema de conteúdo gratuito que atinge milhões de pessoas de forma orgânica todo mês, com mais de duzentos mil alunos matriculados. Veja algumas de nossas premissas:

1.) As pessoas vivem em realidades diferentes. O que já se tornou normal e realidade para uns, talvez seja inusitado para outros. Nossa visão de mundo é pautada pelas nossas experiências e vivências, e muitas vezes se torna difícil compreender, e até mesmo enxergar, opiniões e realidades diferentes, porque crescemos fechados em nosso mundo. Mas as experiências dos demais têm, cada vez mais, se tornado uma maneira de entendermos novas realidades, e a internet é um grande aliado nesse processo. Com tantos indivíduos com acesso à internet, podemos ensinar e aprender, e a escala de tradução de realidade aumenta em uma quantidade enorme, ampliando a compreensão de diferentes realidades para todos. Em 2011, por exemplo, o conceito de empreendedorismo e sua importância já era realidade para diversas pessoas no Vale do Silício e também no Brasil, mas não havia sido espalhado de forma democrática no Brasil.

2.) Empatia é a base. Sabendo que tantas pessoas estão em realidades diferentes, ter empatia é muito importante. Mas, não se engane, empatia é diferente de simpatia. Empatia é a capacidade de se identificar com o outro, de sentir o que ele sente, querer o que ele quer e aprender como ele aprende. A empatia se torna chave para gerar três das habilidades mais importantes para este mundo em constante mudança. A empatia aplicada a ações, observação e comunicação gera liderança, inovação e colaboração. Torne a empatia a base de tudo o que fizer. Acreditamos que esse será o futuro das relações humanas.

3.) Todos podem aprender com todos. Nos nossos programas acreditamos em uma educação descentralizada e colaborativa. É possível extrair aprendizados de qualquer situação, e perceber que todos têm algo a ensinar. O melhor insight pode vir de um mercado e área diferentes dos seus. A colaboração é o futuro da solução dos desafios, e já está acontecendo agora. Ouvir o que todos têm a dizer e o querer aprender com todos, independentemente de qualquer tipo de julgamento, faz perceber que a melhor solução pode vir de onde você menos espera. Use a empatia como a base de tudo o que fizer, e colabore com aqueles que vivem em realidades diferentes, pois assim poderá aprender com todos.

Outras Matérias
Outros Articulistas
Setembro 2018
Receitas de Vizinhos