Articulista
Bel Pesce
Caderninho da Bel
Bel Pesce

Empreendedora e Fundadora da FazInova

30/03/2017
Existem outros caminhos além dos quais todos estão indo
Não é porque todos estão indo em uma direção que essa seja a única possível
foto: Divulgação

Em todos os meus negócios e na vida, sempre busquei caminhos incomuns para encontrar a minha melhor versão. Às vezes as pessoas gostam de seguir o caminho em que todos estão indo porque para elas parece o certo. Mas a verdade é que existem trajetos diferentes que podem ser melhores alternativas. Minha história como escritora começou de forma totalmente inusitada, com um e-book gratuito, em 2012, quando ninguém trabalhava assim. Esse é um exemplo do quanto aproveitei caminhos diversos para começar uma editora diferente, a Enkla, que em sueco significa simples – nome escolhido porque queríamos simplificar a forma como esse mercado funciona. Queríamos mesclar o online e o offline, além de propor alternativas a vários aspectos dos quais discordávamos. A maioria das editoras vê um livro impresso como um iceberg, o maior barulho que se pode fazer. E muitas
vezes trabalham mal esse iceberg. Nós também pensamos assim, porém enxergamos um mundo inteiro ao redor dele para fazer a credibilidade e a influência sobre o tema do livro crescerem. Então, a partir de um livro impresso, conseguimos fazer vários guias online gratuitos para dar visibilidade àquele assunto. Desde o meu primeiro livro, A Menina do Vale, há mais de quatro anos, já acreditávamos na ideia de ter uma versão gratuita, o que era muito incomum. Em 2014 pensei em fazer um tour lançando A Menina do Vale 2 em todas as capitais. Achavam que eu era louca, mas você é louca até a loucura dar resultado. Aí você vira padrão e todo mundo quer fazer a mesma coisa. Para buscar boas oportunidades, em alguns momentos você terá de ser audacioso e tentar criar caminhos alternativos, aprender com eles e, às vezes, nesse novo trajeto, chegar perto do que é melhor para você. A Enkla lançou um livro, o Turismo de Empatia: Refugiados no Oriente Médio, da Talita Ribeiro. Fizemos uma obra impressa linda, distribuimos bem, disponibilizamos vários conteúdos online gratuitos, lançamos um aplicativo para identificar superleitores, criamos, junto com a Talita, um curso sobre turismo de empatia na FazInova, outro curso fechado sobre como transformar uma causa pessoal em negócios, agenciamos na Figurinhas várias campanhas potenciais e outros produtos que a Talita pode gerar com base nisso. Se você quiser criar oportunidades, não pense que tem de fazer tudo da forma que sempre foi feito ou do que a maioria fez. Seja audacioso, faça um pouco diferente pensando no que você tem para agregar.

Outras Matérias
Outros Articulistas
Julho 2018
Silvio Santos vem aí!