Articulista
Augusto Cury
Inteligência Emocional
Augusto Cury
Psquiatra, psicoterapeuta, cientista e escritor
14/12/2017
Treinando a Felicidade
Quem se diploma na vida já está derrotado
Foto: Divulgação

Desde os primórdios da humanidade, o ser humano procura a felicidade como a terra seca clama pela água. É fácil conquistá-la? Nem sempre! Os poetas a homenagearam, os romancistas a descreveram, os filósofos a contemplaram, mas grande parte deles a saudou apenas de longe.

Para cultivar a felicidade, antes precisamos aprender a conhecer o mundo da emoção.

O mundo evolui com uma velocidade espantosa. A cada dez anos, o conhecimento se multiplica derrubando mitos. Antigas verdades científicas perdem crédito e são abandonadas. Novas ideias substituem as anteriores. Tudo está tão veloz! Será que a emoção pode caminhar na mesma velocidade? Não! A felicidade é amiga do tempo.

Nunca tivemos uma indústria de lazer tão grande e diversificada, mas o homem jamais foi tão triste e sujeito a tantas doenças psíquicas. O mundo moderno se tornou uma fábrica de estresse. Os piores inimigos do homem estão dentro dele. As ideias negativas, as preocupações com a existência, a paranoia da estética, os pensamentos antecipatórios têm assaltado a emoção humana e roubado a tranquilidade e o encanto pela vida.

Nada é tão belo e complexo quanto a emoção. Ela é capaz de tornar ricos em miseráveis e miseráveis em ricos. Não é simples navegar nas águas da emoção, mas você pode treinar a sua emoção para ser feliz e tranquilo, para gerenciar os pensamentos, superar a ansiedade e descobrir coragem na dor, força na fragilidade, lições nos fracassos. Felicidade não é um dom, é um treinamento. É preciso treinar a emoção para ser feliz. Treinar a emoção é desenvolver as funções mais importantes da inteligência, tais como: aprender a gerenciar os pensamentos, proteger a emoção nos focos de tensão, pensar antes de reagir, se colocar no lugar dos outros, perseguir os sonhos, valorizar o espetáculo da vida. Por que a solidão, a baixa autoestima, a ansiedade, a fadiga e a irritabilidade têm sido companheiras de jovens e adultos? Porque nunca treinaram suas emoções para mudar a sua história.

Multiplicamos as escolas, mas não multiplicamos os homens que pensam. Multiplicamos o número de psicólogos e psiquiatras no mundo, mas não expandimos a produção de homens que tenham qualidade de vida e saibam navegar nas águas da emoção.

Durante dezessete anos produzi uma nova teoria sobre o funcionamento da mente, chamada de Inteligência Multifocal. Estudei muito sobre a emoção, escrevi milhares de páginas. Apesar das minhas limitações, sei o que estou dizendo, não há mágica para ser feliz. O caminho é um treinamento da emoção.

Quem se diploma na vida já está derrotado. Se você acha que é um pequeno aluno saturado de erros e dificuldades, você tem esperança. Saiba que não há gigantes no território da emoção, todos somos eternos aprendizes... Você pode e deve encontrar o caminho da felicidade, as veredas da tranquilidade, o prazer do diálogo, a coragem para superar suas crises e a lucidez para resgatar o encanto pela vida.

Outras Matérias
Outros Articulistas
Julho 2018
Silvio Santos vem aí!