Articulista
Augusto Cury
Inteligência Emocional
Augusto Cury
Psquiatra, psicoterapeuta, cientista e escritor
28/06/2019
Combatendo a ansiedade

Quatro eventos mudaram a história da humanidade: a descoberta do fogo, a invenção da roda, o desenvolvimento da agricultura e a criação da máquina a vapor. Em 1800 começa a era da urbanização. E a curva da urbanização começa a crescer rapidamente. A revolução industrial multiplicou o número de informações que chegam até nós. Por semana, 1,2 milhões de pessoas se mudam do campo para a cidade no mundo inteiro, formando cada vez mais núcleos produtores de ansiedade e aceleração do pensamento. O primeiro ano da história em que havia mais pessoas nas cidades do que nas fazendas foi 2006, um grande marco na humanidade. Hoje, em Nova York são faladas 800 línguas e dialetos, 150 bilhões de estradas unem as cidades, países e até continentes. Nós podemos, veja bem, ir a 90% do planeta em 48 horas. Ao mesmo tempo em que esse movimento de evolução afetou e trouxe benefícios às civilizações, veio junto o estresse, um alto nível de ansiedade, de auto-sabotagem, autocrítica e autopunição exacerbadas. Todos dizem que a depressão é o mal do século, sim ela é dramática, mas a síndrome do pensamento acelerado é ainda mais.

Pensar é bom. Pensar com lucidez, é ótimo. Mas pensar sem gerenciamento é uma bomba contra a saúde psíquica, o prazer de viver e a criatividade. Você deve saber que não apenas drogas, como cocaína, viciam; mas também o excesso de informação, de trabalho intelectual, de atividade cerebral, e o uso do celular.

Todos esses vícios levam a mente humana ao mais penetrante dos vícios, que é a síndrome do pensamento acelerado. Uma mente agitada que não descansa. Por isso, aprender a desacelerar os pensamentos e a gerir a mente humana, a única empresa que não pode falir, é vital para termos qualidade de vida em uma sociedade altamente estressante.

Muitas vezes o nosso eu é tão frágil e tão imaturo que não se porta como um consumidor responsável. Na hora de filtrar os pensamentos, nossa mente se torna terra de ninguém. Por isso, devemos buscar formas de desenvolver o autocontrole e entender como preservar os recursos naturais do nosso cérebro.

Não existem fórmulas mágicas. É necessário um treinamento sério, profundo, com ferramentas para que todos os dias você possa aplicá-las no teatro da sua história. As ferramentas da gestão da emoção servem para prevenir o esgotamento cerebral, os transtornos emocionais e para turbinar a sua criatividade. Dessa maneira você aprende a proteger o seu cérebro dessa sociedade altamente consumidora, pressionadora, estressante que nos leva a ser mais um número, e não um ser humano complexo e completo.

Acesse o site www.cursospa.com.br e conheça mais sobre o programa que criei para combater a ansiedade: Em Busca do Autocontrole e a Síndrome do Pensamento Acelerado.

foto: Divulgação

DICA DO MÊS:
Nesse livro, apresento orientações valiosas para aprender de verdade e não travar na hora de fazer as aplicações mais desafiadoras da sua vida. Demonstro que um bom resultado nas provas não depende apenas de uma boa preparação, mas também – e principalmente – da gestão da sua emoção. Levo o leitor a aprofundar seus conhecimentos da mente. 

Título: Treine Seu Cérebro para Provas
Autor: Augusto Cury
Editora: Método
Preço: R$ 24

*Preços pesquisados em maio de 2019

Outras Matérias
Outros Articulistas
Agosto 2019
Parabéns, Alphaville - As curiosidades dos cartões postais do bairro.