Articulista
Amaury Jr
Flash
Amaury Jr

Jornalista e apresentador de televisão.

26/10/2018
Sandy lança novo projeto

Entrevistei a cantora, compositora e atriz brasileira Sandy. Ela acaba de lançar seu novo projeto Nós, Voz, Eles, uma websérie com a participação de oito artistas. Entre os convidados, estão o pai Xororó; o marido, Lucas Lima; e os artistas Anavitória, IZA, Maria Gadu, Banda Melim, Mateus Asato e Thiaguinho. Cada grupo ou artista encontrará a cantora em um vídeo diferente.

Durante a conversa, Sandy me falou um pouco sobre esse novo projeto e sobre seu filho Théo, que já está com quatro anos.

Como surgiu a ideia desse projeto?
Durante as reuniões de braim storm que eu faço com a minha equipe. Cada um dava uma opinião. Chegamos a esse formato de fazer oito músicas com oito convidados diferentes. O critério para escolher foi totalmente musical. Priorizei o talento, mas também a afinidade que eu tinha com cada artista. Alguns eu não conhecia pessoalmente, mas já tinha por eles uma simpatia muito grande.

O que achou do resultado?
Gostei muito! Algumas músicas eu já compus pensando na pessoa, e em como alinhar a personalidade do cantor com a canção. O processo todo foi bem trabalhoso, mas bastante agradável. Nós nos divertimos muito durante as gravações.

Como os artistas receberam o convite?
Todos toparam na hora. Desafiador mesmo foi conciliar a agenda. Mas, mesmo assim, conseguimos encaixar de uma maneira bem legal. Todos gostaram da música que eu mandei.

Como foi dirigir seu próprio pai (Xororó)?
Confesso que fiquei um pouco tímida de dirigir meu pai, porque ele é um mestre. Ele diz que eu tenho coisas a acrescentar, que aprende comigo também, mas ele é meu mestre, que me ensinou tudo. Neste projeto invertemos esse papel, foi desafiador para mim e ao mesmo tempo muito bom. Ele é maravilhoso, muito generoso e me atendeu, me escutou, enfim foi dirigido por mim e adorou esse processo.

E quanto a seu filho? Acha que ele seguirá a carreira artística também?
Não tenho vontade que ele siga a carreira musical, pelo menos enquanto for criança. Eu comecei muito cedo e por acaso deu certo. Fomos bem-sucedidos na carreira, mas essa não é a história que acontece com todo mundo. O mais comum é não dar certo e isso pode causar muitas frustrações na infância.

Você teve muitas frustrações na sua carreira?
Eu faria novamente todas as escolhas que fiz na vida. Mas começar tão cedo é uma coisa perigosa, não temos vivência para analisar todas as situações e perceber o que elas podem trazer de negativo. A nossa história (Sandy & Jr.) foi muito bem-sucedida e eu faria tudo de novo, não me arrependo de nada. Só não quero que meu filho corra riscos agora. Há muitas coisas ruins que podem acontecer e eu, como mãe, quero prevenir que isso não ocorra pra ele. Quando ele já tiver maturidade e definir que essa carreira é a que irá fazê-lo feliz, vou apoiá-lo e ser feliz junto com ele.

O Lucas (Lima, marido de Sandy), postou uma foto com o sapatinho do Théo e uma boneca ao lado. Teve grande repercussão essa foto. O que pensam sobre essa questão de gêneros?
Ele brinca com bonecas e bonecos, carrinhos, trenzinhos e bola. Não colocamos nenhuma restrição, pois, em nossa concepção, não existe isso de brinquedos de meninas e de meninos. Criamos nosso filho para que não seja uma pessoa machista, sexista, preconceituosa. Vou ainda mais fundo: se você me perguntar o que eu faria se ele fosse homossexual, eu diria que isso não seria problema nenhum, porque somos todos iguais, todos irmãos. 

Outras Matérias
Outros Articulistas
Outubro 2018
LEROY MERLIN - Aqui você encontra tudo para transformar a sua casa